Peelings Químicos

Procedimento médico que consiste na aplicação tópica de determinadas substâncias (ácidos) que promovem a esfoliação cutânea e estimulam a renovação celular.

Os peelings melhoram a textura da pele, clareiam manchas, atenuam rugas finas e cicatrizes de acne, além de estimular a renovação do colágeno que dá melhor firmeza à pele. Podem ser utilizados também para tratamento de estrias recentes.

Existem diversos tipos de ácidos utilizados nos peelings. Cada um apresenta uma indicação específica e deve ser escolhido conforme o tipo da pele de cada paciente. Por isso, o dermatologista é o profissional indicado para melhor indicar o seu peeling.

Os peelings podem ser classificados em superficiais, médios ou profundos de acordo com a camada da pele que o mesmo vai atingir

Tipos de peelings:

  • Peeling de ácido retinóico
  • Peeling de ácido glicólico
  • Peeling de ácido salicílico
  • Peeling de ATA (ácido tricloroacético)
  • Peeling de Jessner
  • Peeling de fenol
  • Peeling de ácido tioglicólico
  • Peelings combinados (quando mais de um ácido é utilizado)
  • Peeling BIOMEDIC®

Indicações:

  • Rejuvenescimento cutâneo da face, pescoço e colo;
  • Renovação celular;
  • Uniformização da pele;
  • Atenuação de cicatrizes;
  • Clareamento de manchas na pele;
  • Diminuição da oleosidade e cravos;
  • Suavização de poros dilatados;
  • Melhora do envelhecimento causado pelo sol;
  • Melhora do aspecto das estrias recentes.

O Procedimento:

É uma técnica não-cirúrgica, rápida que pode ser realizada no consultório médico.

O nível da dor vai variar conforme a profundidade do peeling e o tipo de ácido utilizado, sendo pequena como uma leve ardência nos peelings superficiais. Em geral o procedimento é rápido e dura cerca de 30 minutos.

O número de sessões varia conforme a indicação clínica e o paciente, em geral entre 3 a 5 sessões. Os resultados começam a ser percebidos logo após a 1º sessão.

Logo após o procedimento, a pele fica levemente vermelha o que dura cerca de 24h. Em 24 a 48h, a pele começa a descamar. Dependendo do caso, ocorre uma descamação leve até intensa e durante a consulta o seu dermatologista lhe esclarecerá qual será o seu caso. Nos peelings mais superficiais, em geral esta descamação dura 5 dias enquanto nos médios dura em torno de 10 dias.

Antes do inicio do peeling, a pele pode ser preparada com a utilização domiciliar de fórmulas contendo ácidos e despigmentantes durante 15 a 30 dias.

Cuidados:

Como ocorre uma descamação da pele, deve-se usar sempre o bloqueador solar indicado e evitar a exposição ao sol durante este período. Interromper o uso de ácidos e clareadores até que a descamação esteja completa também é um cuidado essencial.

Nunca arrancar ou puxar a pele que está descamando para que a mesma saia naturalmente. Caso deseje disfarçar o processo, pode-se utilizar maquiagem para este fim.