VANQUISH: A super novidade na dermatologia para tratamento da gordura do abdômen!

1721 visualizações

O Vanquish é o novo “queridinho” de todos os que desejam reduzir gordura sem fazer cirurgia plástica. Ao contrário da até então grande moda, a criolipólise, que utilizava frio, o Vanquish trará através do calor, aquecendo a gordura pois utiliza uma tecnologia de campo eletromagnético (as ressonâncias também usam esse mecanismo) que induz a apoptose da célula de gordura (morte e destruição do adipócito - a célula de gordura, de forma natural) O aparelho é seletivo para a gordura, não agride nenhuma outra célula e tem como bônus a melhora da flacidez.

 

E por isso também, os resultados são superiores aos que atingíamos antes na redução de gordura corporal com outros equipamentos além de permitirem tratar uma ampla área (todo o abdômen e "pneuzinhos") durante o tratamento, reduzindo toda a circunferência de uma só vez.

O Vanquish emite ondas multipolares, aquece a 45 graus uma área grande, atingindo o tecido adiposo e provocando a dissolução das células de gordura, cuja absorção se dá pelo organismo. Durante o processo é possível que aconteça inchaço e a formação de nódulos, que serão reabsorvidos e eliminados. O Vanquish é o único aparelho do mercado a não encostar no paciente e as ondas são emitidas por um grande cinto, posicionado a um centímetro do corpo.

O sistema Vanquish é uma tecnologia não invasiva e sem contato, que aquece seletivamente o tecido adiposo até ao ponto de apoptose enquanto o tecido circundante não é afetado. O resultado é uma redução segura e natural da camada de tecido adiposo.

As células adiposas que atingem e mantêm a temperatura terapêutica irão, eventualmente, morrer através de um processo natural conhecido como apoptose ou “morte programada da célula”.

As células adiposas têm menor condutividade do que o tecido circundante, como a pele e os músculos. O Vanquish consegue aquecer as células adiposas, seletivamente, até à temperatura de 44-45°C, enquanto o tecido circundante permanece não afetado a uma temperatura de 40-41°C.

Depois de o paciente ser posicionado de forma confortável, o aplicador é colocado por cima da área a tratar. Este é um procedimento em que o dispositivo não deve entrar em contato com o paciente. Uma vez que o tratamento comece, o dispositivo mede a impedância do tecido e começa a “afinar-se” ao tecido adiposo. O profissional que executa o tratamento irá monitorizar a resposta do paciente e a afinação no decurso do tratamento. O abdômen e os flancos são tratados durante 45 minutos.

Depois de uma série de quatro tratamentos de 45 minutos, estudos clínicos demonstram que o procedimento gera resultados consistentes, visíveis e mensuráveis, com grande satisfação dos pacientes.

Desde que o paciente mantenha o peso e estilo de vida atuais, os resultados devem permanecer por um período de tempo indeterminado.

O Vanquish é o primeiro dispositivo sem contato e mãos-livres no mercado. Ao contrário de outros procedimentos não invasivos, o Vanquish não causa dor e não necessita de múltiplas áreas de tratamento pequenas e sessões de tratamento morosas, o Vanquish proporciona a maior área de tratamento do mercado, tudo em 45 minutos.

Os pacientes podem voltar imediatamente à sua rotina diária. Os efeitos secundários são mínimos e transientes e incluem vermelhidão moderada, calor, e sensibilidade do tecido. Estes efeitos secundários duram minutos ou até uma hora após o tratamento.

As sessões são realizadas uma vez por semana e um total de 4 aplicações compõem o tratamento inicial. É indolor, não encosta na pele, e o paciente apenas sente esquentar o local, podendo suar.

Como age: A energia emitida atinge as células adiposas de maneira profunda e uniforme, que aquecidas, se rompem e são esvaziadas. Os fragmentos da gordura liberada pelas células são reabsorvidos pelo sistema linfático, metabolizados pelo fígado e eliminados naturalmente do corpo através das vias urinárias.

Para quem é indicado: Para pessoas com gordura nos pneus ou abdômen, sejam gordas ou magras, homens ou mulheres.

Grau de dor: Zero. O procedimento não deixa a pele dolorida, apenas avermelhada por alguns minutos.

Cuidados: Não precisa de repouso, o paciente pode voltar às atividades físicas e trabalho de rotina logo após o procedimento.

Vantagens: O aparelho destrói as células adiposas, o que consequentemente, ameniza a celulite deixando a pele lisinha. E os benefícios não param por aí, como o Vanquish possui tecnologia de radiofrequência, o calor emitido aumenta a produção de fibras de colágeno (substância que dá sustentação a pele), reduzindo a flacidez cutânea.

Número de sessões: “O tratamento inclui 4 sessões, com intervalos semanais e resultados visíveis no primeiro mês” Após o término do tratamento mais 2 sessões podem ser feitas caso deseje e o tratamento completo só pode ser refeito após 3 meses.



Dra Daniela P. Nunes Ribeiro
Dermatologista



Novidades relacionadas

Celulite, como se livrar dela?

Celulite é uma condição feminina, que ocorre por influência hormonal (estrogênio) e causa aspecto ondulado da pele (aparência de casca de laranja). Você não está sozinha, 85-98% das mulheres tem algum grau de celulite. ...

Leia mais

SCULPTRA

Com o passar do tempo, nosso corpo vai perdendo a capacidade de produzir colágeno, causando o surgimento de flacidez, linhas de expressão e perda do contorno facial. ...

Leia mais

MASTOPEXIA

Mastopexia com prótese mamária (retirada de pele das mamas para elevá-lás com prótese de mamas)...

Leia mais


Novidades nas categorias



Novidades nos meses

(3)Julho de 2018

(2)Junho de 2018

(2)Abril de 2018

(3)Fevereiro de 2018

(2)Janeiro de 2018

(1)Dezembro de 2017

(4)Novembro de 2017

(4)Outubro de 2017

(3)Setembro de 2017

(5)Agosto de 2017

(2)Julho de 2017

(5)Abril de 2017

(9)Fevereiro de 2017

(4)Janeiro de 2017

(2)Novembro de 2016

(3)Setembro de 2016

(2)Julho de 2016

(12)Junho de 2016

(15)Maio de 2016

(1)Abril de 2016

(1)Março de 2016

(2)Fevereiro de 2016

(1)Janeiro de 2016

(11)Novembro de 2015

(8)Outubro de 2015

(2)Setembro de 2015

(6)Agosto de 2015

(12)Julho de 2015

(6)Junho de 2015

(1)Abril de 2015

(1)Janeiro de 2015

(1)Dezembro de 2014

(1)Novembro de 2014

(2)Novembro de 2013